Notícias
Noticias
16/1/2020

Mundo físico e mundo digital: direitos dos jovens

imagem

O Embaixador Europeu da Juventude para a Segurança na Internet, João Pedro Martins, tem participado em várias ações, dando o seu contributo para que a utilização do digital se processe de forma cada vez mais segura e responsável.
 
Recentemente, no âmbito da Estratégia Regional de Combate à Pobreza e Exclusão Social, o jovem João Pedro Martins  dinamizou nos 19 concelhos do arquipélago dos Açores várias sessões de sensibilização que chegaram a mais de 2700 crianças e também a outros elementos da comunidade educativa, procurando fazer a ponte entre os direitos do mundo físico e os do mundo digital. 
No decorrer dos vários momentos, houve oportunidade para promover a  partilha de ideias, acerca do modo como os jovens devem ver os seus direitos assegurados online. Esta questão foi também abordada do ponto de vista da supervisão e do acompanhamento parental, bem como da adoção de comportamentos de autoproteção. 
 
Segundo João Martins, “Há que desmistificar o conceito de supervisão parental e mostrar aos jovens o que é que realmente isso implica e significa. Assim, da minha perspetiva, saliento alguns valores necessários e essenciais na relação de pais e filhos no contexto da utilização do digital. São eles: 1) a confiança, onde é preciso que os jovens se sintam à vontade para falar dos seus desafios aos pais, enquanto estes últimos fornecem a liberdade e direito à privacidade necessários para o bom desenvolvimento da criança; 2) uma comunicação efetiva, na medida em que é necessário aproximar o registo de pequenos e graúdos quando se fala de desafios na internet; 3) o respeito, passando por trabalhar a expressão dos sentimentos por detrás das ações de castigos e ralhetes; 4) o apoio, como culminar da aplicação dos restantes três e onde atingimos a possibilidade de resolução dos problemas e desafios.” Leia mais aqui