Notícias
Noticias
3/3/2020

ICILS 2018 – International Computer and Information Literacy Study

ISILS

Segundo os resultados do estudo internacional ICILS 2018, os jovens portugueses consideram que, em comparação com os de outros países, estão mais bem preparados para enfrentar, de forma segura, um mundo cada mais digital. 

Através deste estudo, que envolveu alunos do 8º ano de escolaridade de 11 países,  pretendia-se saber em que medida as escolas preparam os alunos para lidarem com os desafios do digital. No caso dos jovens portugueses, no que se refere à segurança online, estes surgem em lugar de destaque em três dos quatro parâmetros estudados, destacando-se com valores acima da média global entre países. 
Os jovens portugueses afirmam reconhecer a importância de mudar as senhas de acesso regularmente (18% acima da média) e reconhecem que aprenderam na escola acerca da importância de verificarem a origem dos e-mails e da informação que recebem (23%acima da média). Além disso, 91% dos jovens portugueses afirma ter aprendido que é necessário fazer logout em computadores partilhados por colegas (10% acima da média).
Quanto à utilização responsável das redes sociais, a percentagem alcançada pelos alunos portugueses (85%) ficou abaixo da alcançada pelos alunos finlandeses (88%), mas 10% acima do valor médio obtido pelos 11 países que participaram no estudo (75%).

No entanto, e apesar destes resultados, apenas 1% dos alunos que integrou a amostra considera ser capaz de selecionar a informação mais relevante e avaliar a utilidade e fiabilidade da informação. Além disso, os alunos portugueses seguem a tendência obtida pelos jovens dos vários países, revelando, ainda, dificuldades em trabalhar, de forma autónoma, com o computador, havendo necessidade de inverter estes resultados.
O ICILS é um estudo internacional que avalia a literacia digital dos jovens com idades entre os 13 e os 14 anos, a frequentar o 8º ano de escolaridade. Em 2018, o ICILS contou com a participação de 14 países/sistemas educativos, tendo Portugal participado, pela primeira vez nesta edição, com mais de 3000 alunos de 215 escolas de todo o país.

De notar que os resultados do ICILS 2018 foram divulgados no mesmo dia em que também foram conhecidos os resultados  do estudo europeu EU Kids Online 2020: Survey results from 19 countries.  Também aqui Portugal é apresentado como um dos países onde mais crianças e jovens revelam confiança em lidar com riscos: mais de dois terços referem saber reagir “sempre” ou “muitas vezes” a comportamentos de que não gostam na Internet.